Hartfalen – informatie

Diagnose, behandeling en bronnen voor patiënten en verzorgers

Glossary

Abcesso
Área de tecido inchada e com pús
Abdómen
Parte do corpo humano (vulgarmente barriga) situada no tronco, abaixo da cavidade torácica e onde se encontram os órgãos do aparelho digestivo
Agente de volume ("Bulking agent")
Substância injetada nos tecidos que rodeiam a uretra ou o canal anal para aumentar o volume em sua volta, de forma a mantê-lo fechado. (Não confundir com o aumento de volume criado por suplementos de fibras utilizados em problemas intestinais)
Analgésicos
Medicamentos que atenuam a dor
Anemia
Descida para valores inferiores aos normais do número de eritrócitos do sangue circulante e/ou do seu conteúdo de hemoglobina
Antibiótico
Fármaco derivado de bactérias ou fungos que destrói ou impede o crescimento de micro-organismos e combate infeções
Anticolinérgicos
Fármacos que fazem parar as contrações involuntárias da bexiga
Antidepressivos tricíclicos
Medicamentos utilizados para tratar a incontinência por stress e o síndrome da bexiga hiperativa
Antiespasmódicos
Fármacos usados no alívio de sintomas e na Síndrome do Cólon Irritável
Antimuscarínicos
Tipo de anticolinérgico usado para bloquear mensagens químicas
Anus
Orifício na parte final do intestino grosso através do qual as fezes são expelidas do corpo
Apêndice
Saco tubular localizado na parte inferior do cólon ascendente
Arroto ou Eructação
Ar ingerido que sobe pelo esófago e sai pela boca
Aumento do tamanho da próstata
A próstata aumentada também é conhecida por hiperplasia prostática benigna e hipertrofia prostática benigna. Não é um problema de saúde grave nem cancerígeno. O aumento de tamanho da glândula prostática pode causar problemas urinários como a retenção
Auxílios à continência
Produtos de retenção de perdas, tais como pensos absorventes e tampões
Baínha peniana
Dispositivo que atravessa o pénis, ligado a um saco de urina (preso à perna)
Bexiga
Reservatório localizado no abdómen que recebe urina dos rins e a armazena
Biofeedback
Estimulação elétrica e outras técnicas que ajudam as pessoas a tomar consciência do automatismo normal das função corporais para que possam começar a ter o controlo das mesmas
Biópsia
Exame para testar uma amostra de tecidos
Cadeira sanitária
Sanita móvel
Cãibra
Contração dos músculos que causa dor
Canal anal
Última parte do intestino grosso imediatamente antes do ânus. Tem cerca de 2 a 4cm de comprimento
Cancro
Doença em que se produz um aumento dos tecidos devido a uma divisão celular incontrolável
Capacidade de armazenamento (bexiga)
Quantidade de fluído que a bexiga pode suportar
Cicatriz
Marca deixada na pele ou nos tecidos após da recuperação de uma ferida
Cirurgião colorretal
Médico especialista do cólon, reto e ânus com formação cirúrgica
Cistite (bacteriana)
Infeção da bexiga
Cistite intersticial
Doença da bexiga sem causa aparente
Cistografia
Procedimento realizado com recurso a raios X e substâncias de contraste para examinar a bexiga
Cistometria
Exame de avaliação do funcionamento da bexiga
Cistoscopia
Exame em que se recorre a um telescópio miniatura de fibra ótica para ver a estrutura urinária e da bexiga
Citologia
Estudo das células
Clamp peniano
Dispositivo que se coloca no pénis para manter a uretra fechada
Cóccix
Extremidade inferior da coluna
Colagénio
Proteína mais comum dos mamíferos e encontrada no tecido conjuntivo do corpo. Não se dissolve na água. Com aplicação industrial, tal como a produção de gelatina. A utilização médica inclui, entre outros, a cirurgia estética e tratamento de queimaduras
Colite ulcerosa
Um tipo de Doença Inflamatória do Intestino
Colo do útero
Passagem estreita na parte final do útero
Colo vesical
Parte da bexiga através da qual a urina passa para a uretra
Cólon
Também denominado por intestino grosso. Estrutura em forma de tubo que começa no intestino delgado e se estende até ao reto. Responsável pelo processamento de substâncias não absorvidas no intestino delgado
Cólon ascendente
Parte do cólon ou intestino grosso que se estende desde a junção com o intestino delgado até ao cólon transverso
Cólon descendente
Parte do cólon ou intestino grosso que se estende desde a junção com o cólon transverso até ao cólon sigmóide
Cólon sigmóide
Parte do cólon que se estende do cólon descendente até ao reto
Cólon transverso
Parte do cólon ou intestino grosso que se estende desde a junção com o cólon ascendente até ao cólon descendente
Colonoscopia convencional
Exame do cólon através de um dispositivo de fibra ótica
Colonoscopia virtual
Exame em que se utiliza um aparelho de tomografia computorizada para ver o interior do cólon e reto
Colostomia
Quando uma parte do cólon é puxada até à parede abdominal onde se faz um orifício denominado por estoma
Creme barreira
Creme usado para proteger a pele da região do períneo (entre o ânus e o escroto ou a vagina) de efeitos abrasivos decorrentes da exposição a urina ou fezes
Defecação
Expulsão de fezes do corpo
Desidratação
Perda de grandes quantidades de água; falta de água no corpo
Diário de hábitos urinários
Registo dos hábitos urinários durante três ou mais dias, incluindo a ingestão de líquidos e micção. Também chamado de Diário Miccional
Diário dos hábitos intestinais
Registo das idas à casa de banho durante três ou mais dias
Diarreia
Aumento no número de dejecções de fezes líquidas ou moles
Dietista
Médico especializado em dieta, hábitos alimentares e nutrição
Digestão
Absorção de fluídos e nutrientes dos alimentos que se realiza no estômago, cólon e intestino delgado
Diurético
Substância ou medicamentos que promovem ou aumentam a quantidade de urina, para ajudar a eliminar o excesso de fluidos do corpo
Doença de Alzheimer
Doença caraterizada por deterioração mental progressiva resultante de deterioração cerebral
Doença de Crohn
Uma doença inflamatória do intestino
Doença de Parkinson
Doença que afeta o cérebro e o sistema nervoso e que provoca tremores, movimentos lentos e rigidez
Doença Inflamatória do Intestino
Doença que afeta o intestino e causa complicações várias como inflamação, úlceras e espessamento
Duodeno
A primeira parte do intestino delgado imediatamente a seguir ao estômago
Ecografia
Técnica em que se utilizam ondas de som para captar imagens do interior do corpo
Ecografia anal
Exame por ultrassons que permite ver as estruturas do ânus e do reto
Eletrólitos
Substâncias, como átomos de sódio ou de potássio, que se transformam em solução de modo a adquirir carga elétrica e poder conduzir eletricidade
Eletromiografia anal
Exame que avalia o nível da função nervosa no ânus
Elevador do ânus
Grupo de músculos que constituem parte do pavimento pélvico que envolve a vagina e o canal anal
Enema
Administração através do ânus de um líquido no cólon (ou no reto) para se fazer uma lavagem ou estimular a defecação
Enema Anterógrado Continente
Processo de limpeza do cólon através de um canal, normalmente construído com recurso ao apêndice, numa parte do intestino grosso chamada cego. Também conhecido por procedimento de Malone (MACE) ou lavagem intestinal
Enema de Bário
O Bário é um elemento metálico alcalino utilizado em radiologia (raios X) uma vez que os seus sais são insolúveis e proporcionam bom contraste. Para se proceder ao enema, os sais de bário são colocados num líquido que é depois introduzido no intestino/cólon para que a imagem de raios X tenha maior qualidade
Enurese noturna
Molhar a cama durante a noite
Esclerose múltipla
Doença crónica e progressiva em que se verificam lesões nas bainhas nervosas
Escroto
Bolsa onde se encontram os testículos
Esfíncter
Anel muscular que envolve e ajuda a controlar um orifício como os da bexiga e do ânus
Esfíncter anal externo
Anel muscular que envolve o ânus e atua como válvula. Envolve por fora o esfíncter interno. É um músculo que pode ser controlado de forma voluntária
Esfíncter anal interno
Anel muscular que envolve o ânus e atua como válvula. Está por dentro do esfíncter externo. É um músculo liso controlado involuntariamente (controlo inconsciente)
Esfíncter artificial
Substituição do músculo do esfíncter por um dispositivo artificial
Esfíncter uretral externo
Músculo que aperta a uretra de modo a que a urina seja retida na bexiga. É um músculo que pode ser controlado de forma voluntária
Esfíncter uretral interno
Músculo liso situado no colo da bexiga. É um músculo controlado involuntariamente e existente apenas nos homens
Esfincteroplastia
Cirurgia para reconstrução da musculatura esfincteriana
Esófago
Estrutura tubular que leva os alimentos e os líquidos da boca até ao estômago
Espinal medula
Fibras nervosas que atravessam a coluna e que estão ligadas ao cérebro; formam o sistema nervoso central
Esteroides
Esteroides anabólicos. Grande grupo de substâncias químicas que consistem em hormonas, substâncias corporais ou medicamentos. Alguns tipos de esteroides são utilizados para tratar doenças do cólon
Estimulação do nervo sagrado ou Neuromodulação sagrada
Terapêutica de estimulação elétrica aplicada aos nervos da região sacra na parte inferior das costas
Estimulação elétrica
Elétrodos ou sonda utilizada para enviar impulsos elétricos aos músculos
Estoma
Exteriorização do intestino delgado ou cólon na superfície da parede abdominal (ileostomia ou colostomia). O orifício é denominado por estoma e é feito para que as fezes, que atravessam o intestino delgado ou o cólon, possam ser expelidas
Estômago
Órgão que armazena os alimentos depois de ingeridos e onde o processo digestivo se inicia
Estrogénio
Grupo hormonal feminino
Exame digital
Exame físico de áreas internas na pélvis como o ânus ou a vagina, através do toque com os dedos, protegidos com luvas, de modo a sentir as estruturas internas e detetar anomalias
Exercícios de Kegel
Exercícios de fortalecimento do pavimento pélvico
Fezes
Matéria fecal. Resíduos provenientes do intestino/cólon
Fisioterapeuta
Profissional de saúde especializado no tratamento de lesões ou doenças através de exercícios e massagens
Fissura anal
Pequena ferida cutânea na margem anal
Fístula
Passagem ou canal resultante de cirurgia ou de doença, localizado entre um órgão oco ou em forma de tubo e a superfície do corpo ou entre dois órgãos em forma de tubo
Flato
Ar expelido do estômago ou do intestino
Flatulência
Acumulação de gases no estômago ou no intestino (ver gases)
Gases
Ar expelido do estômago ou do intestino
Gastroenterologista
Médico especializado em doenças do aparelho digestivo
Ginecologista
Médico especialista na saúde reprodutiva da mulher
Glaucoma
Doença oftalmológica em que se verifica um aumento de pressão no globo ocular que resulta na redução da capacidade de visão
Graciloplastia (dinâmica/estimulada)
Operação que consiste na transposição do músculo gracilis com colocação de um neuroestimulador
Hematúria
Sangue na urina
Hiperplasia Benigna da Próstata
Aumento do volume da próstata de origem não cancerígena
Histerectomia
Remoção do útero
Hormonas
Substâncias produzidas em células especiais que controlam e influenciam o funcionamento do sistema reprodutivo
Idiopática
Doença de aparecimento repentino sem causa aparente
Ileum
Parte final do intestino delgado
Impactação
Fezes compactadas ou duras presas no reto ou no cólon
Impulsos elétricos
Impulsos elétricos enviados em pequenas descargas
Imunossupressores
Medicamentos utilizados para suprimir reações imunológicas. Utilizados na gastroenterologia para a doença inflamatória do intestino
Inchaço ou Distensão
Aumento de volume por líquidos ou gases
Incontinência
Perdas do intestino ou da bexiga de qualquer grau
Incontinência dupla ou mista
Incontinência fecal e urinária
Incontinência fecal
Perda involuntária de fezes (líquidas ou sólidas) e/ou gases que constitui um problema higiénico e tem forte impacto na qualidade de vida
Incontinência por regurgitação
Perdas constantes de urina causadas por uma obstrução no aparelho urinário, ou sensação de bexiga permanentemente cheia e que não consegue controlar o fluxo urinário
Incontinência por stress
Perdas urinárias que ocorrem quando é aplicada pressão na zona pélvica devido a ações do dia a dia como tossir, fazer exercício ou rir. Também se podem dever a um vasto leque de problemas de saúde tais como prolapso, fraqueza muscular ou lesões
Incontinência reflexa
Perdas causadas pela ausência de controlo dos mecanismos de funcionamento da bexiga, o que resulta em perdas de urina inconscientes
Incontinência Urinária Urgente
Outra denominação para o Síndrome da bexiga Hiperativa (OAB). Também é conhecida por urge-incontinência ou instabilidade do detrusor. Contrações da bexiga que ocorrem antes de esta estar cheia, resultando numa necessidade urgente e repentina de ir à casa de banho. Este síndrome pode assumir a forma molhada (com perdas) ou seca (sem perdas)
Infeção
Agente infeccioso (como as bactérias) que entra no organismo e dá origem a doenças
Infeção urinária
Infeção do aparelho urinário (na área da uretra ou da bexiga)
Intestino
Tubo digestivo que se segue ao duodeno e se prolonga até ao ânus
Intestino delgado
Tubo digestivo localizado desde o duodeno até ao cólon
Intestino grosso
Tubo (cólon) que começa no intestino delgado e se prolonga até ao ânus
Invaginação
Inserir uma parte de cólon noutra parte do mesmo
Jejuno
Região do intestino delgado entre o duodeno e o ileum
Laceração do esfíncter anal
Rasgadura dos músculos do ânus
Laxantes
Medicamentos usados para estimular o cólon a expelir resíduos e fezes
Loperamida
Medicamento antimotilidade usado para tratar a diarreia
Manometria anal
Exame que avalia a função e tónus muscular do ânus
Medicamentos redutores da motilidade
Fármacos que reduzem a velocidade com que os alimentos atravessam o intestino
Médico de clínica geral
Médico de família
Membrana
Camada de ácidos gordos (lípidos) e proteínas que envolve as células, órgãos ou outras estruturas do corpo
Menopausa
Denominação do processo e do período em que a mulher deixa de ser menstruada, ocorre normalmente entre os 45 e os 50 anos
Micção
Expulsão de urina da bexiga através da uretra. Urinar
Músculo detrusor
Músculo liso da bexiga (não é possível controlar o músculo liso de forma consciente)
Nervo esplâncnico pélvico
Nervo sagrado que afeta o funcionamento da bexiga, do reto e dos músculos
Nervo pudendo
Nervo sagrado que afeta o funcionamento da bexiga, do reto e dos músculos (esfíncteres)
Nervos
Conjuntos de fibras especiais esbranquiçadas que levam estímulos e sinais do sistema nervoso central ao resto do corpo e vice-versa
Nervos sagrados
Nervos que atravessam o sacro, na extremidade inferior das coluna
Neurogénico
Com origem no sistema nervoso
Nictúria
Necessidade de ir à casa de banho várias vezes durante a noite
Nutricionista
Profissional de saúde especialista em alimentação e nutrição
Obstetra
Médico ou cirurgião especializado em gravidez e partos
Obstipação
Dificuldades na passagem das fezes ou em esvaziar o intestino
Pavimento pélvico
Grupo de músculos da pélvis que serve de apoio a órgãos tais como o reto, o útero e a bexiga
Pedras ou Cálculos na bexiga
Massas duras que se encontram na bexiga
Pélvis
Estrutura óssea localizada na parte inferior das costas
Pénis
Órgão reprodutor masculino que também serve a função de micção
Perda
Ver páginas relativas à urina e fezes
Proctologista
Médico (cirurgião ou gastroenterologista) especialista no ânus e reto
Prolapso
Deslizamento de um órgão com possibilidade de exteriorização
Prolapso retal
Deslizamento do reto em que este se estende para além do ânus
Próstata
Glândula masculina situada no colo da bexiga que envolve a uretra. Responsável pela libertação de esperma
Prostatectomia
Cirurgia para remover a próstata (total ou parcial)
Raios X
Técnica que recorre a ondas curtas eletromagnéticas para ver a parte interior do corpo
Reabilitação do pavimento pélvico
Exercícios que têm como objetivo devolver a força ao grupo de músculos da pélvis
Reflexo
Resposta a um estímulo não necessariamente consciente, tal como a contração dos músculos, automática ou em resposta a uma força exterior
Reflexo miccional
Ação que impede o esfíncter externo de abrir quando o reto ou a bexiga começam a encher e o seu volume a aumentar
Reparação do esfíncter
Cirurgia para corrigir problemas da musculatura esfincteriana
Reparação total do pavimento pélvico
Combinação de plastia anterior do elevador e reparação anal posterior
Reparação Vaginal Anterior
Operação para corrigir deformações ou prolapsos vaginais
Resseção transuretral da próstata
Cirurgia para reduzir o tamanho da próstata através da uretra
Ressonância magnética
Técnica imagiológica em que se utiliza magnetes e ondas de rádio para captar imagens do interior do corpo
Retenção (urinária)
Urina que fica retida na bexiga devido a uma obstrução ou por outros motivos
Reto
Última parte do cólon imediatamente antes do ânus
Retocelo
Deslizamento do reto, causando um abaulamento da parede posterior da vagina
Retossigmoidoscópio
Instrumento flexível ou rígido utilizado para examinar o cólon sigmóide e o reto
Sacro
Osso localizado na pélvis, na extremidade inferior da coluna por onde passam os nervos sagrados
Sangramento retal
Sangramento do reto
Scanner ou Aparelho de TC
Aparelho de tomografia computorizada
Sigmoidoscopia
Exame em que se vê o cólon sigmóide e o reto utilizando um instrumento chamado proctossigmoidoscópio ou retossigmoidoscópio
Síndrome da Bexiga Dolorosa
Cistite intersticial
Síndrome da Bexiga Hiperativa
Contrações da bexiga que ocorrem antes de esta estar cheia, resultando numa necessidade urgente e repentina de ir à casa de banho. Também conhecida por instabilidade do detrusor, bexiga irritável, urge-incontinência ou incontinência urinária urgente
Síndrome de obstrução defecatória
Doença em que o reto é impedido de funcionar normalmente e expelir as fezes. Pode ser causada por diversos problemas, tais como a obstrução por prolapso
Síndrome do cólon irritável
Síndrome ou doença benigna que afeta o cólon. Pode causar desconforto, obstipação e diarreia
Sonda (algália) permanente
Cateter inserido na bexiga durante períodos prolongados de tempo
Sonda de Foley
Tubo inserido na bexiga usado para a esvaziar. Pode ser de utilização a longo prazo (deve ser substituído regularmente)
Sonda vesical
Tubo fino utilizado para esvaziar a bexiga (ver Tratamento/cirurgia e Auxílios à Continência) através da uretra
Sonda vesical intermitente
Utilização de um cateter não permanente para esvaziar a bexiga
Suplementos de fibra
Medicamentos resistentes às enzimas digestivas que aumentam o volume das fezes
Supositório
Medicamento em forma de cone que é inserido no reto ou na vagina
Suspensão do colo vesical
Termo genérico utilizado para diferentes procedimentos cirúrgicos de correção do prolapso da bexiga (deslizamento)
Tampão anal
Dispositivo usado para bloquear a saída do ânus
Terapêutica de substituição hormonal
Terapêutica em que se administra estrogénio em mulheres para atenuar os sintomas da menopausa
Terapêuticas comportamentais
Técnica usada para alterar e controlar as idas à casa de banho
Terapia uterina com balão
Dispositivo que ajuda a uretra a manter-se fechada
Teste de urina
Exame de urina através de uma banda quimicamente revestida
Testículos
Dois órgãos ovais masculinos que produzem esperma. Estão protegidos por um saco chamado escroto e encontram-se atrás do pénis.
Toilet mapping / Mapa de WC
Verificação de que existem casas de banho no sítio para onde se vai ou durante uma viagem
Tónus muscular
Grau de firmeza ou de força
Toxina Botulínica
Medicamento feito de toxina botulínica que reduz os espasmos musculares ou a hiperatividade das contrações. Também utilizado na cirurgia estética
Treino intestinal
Adaptação dos hábitos intestinais a um plano
Treino vesical
Adaptação dos hábitos urinários a um plano
Tumor
Crescimento ou inchaço de tecidos (benigno ou maligno)
TVT (tension free vaginal tape) - fita cirúrgica
Cirurgia para corrigir o prolapso da bexiga
Urina residual
Urina que fica na bexiga depois de urinar
Ureteres
Canais que transportam a urina dos rins até à bexiga
Uretra
Canal que transporta a urina da que sai da bexiga
Urgência urinária ou fecal
Necessidade imediata, imperiosa de ir à casa de banho
Urina
Fluído expelido da bexiga
Urodinâmica
Estudo do armazenamento e do fluxo urinário
Urofluxometria
Técnica usada para examinar a expulsão de urina (volume e velocidade do fluxo)
Urografia intravenosa
Utilização de corantes marcadores e de raios X para examinar a bexiga e os rins
Urologista
Médico especializado em problemas urinários, bexiga e órgãos reprodutivos masculinos
Útero
Órgão reprodutivo feminino onde o feto é concebido e se desenvolve
Vagina
Tubo muscular que vai desde a vulva até ao colo do útero
Virilha
Área genital
Vírus
Partícula submicroscópica que se reproduz dentro de uma célula recorrendo ao material genético da mesma

Adaptado e revisto pela Sociedade Portuguesa de Coloproctologia.

Este sítio da Internet e respetivos conteúdos são disponibilizados pela Medtronic Portugal exclusivamente para fins de informação geral.